terça-feira, setembro 08, 2009

fato

Nada pode ser tão ridículo quanto aquilo que a gente mesmo escreveu há quatro ou cinco anos atrás.

Um comentário:

Aline Schons disse...

Prova de que gostamos de nos expor ao ridículo hehe